ESTABELECER LIMITES

É importante perceber que estabelecer limites é fundamental para o crescimento de qualquer criança, para que possa construir a noção de si mesma e do que está à sua volta. Deste modo, ela consegue assim saber até onde pode ir e quando deve parar, bem como o que está certo e o que está errado. Nós sabemos perfeitamente que o que acontece dentro de casa na nossa infância e adolescência, não tem nada a ver com o que se passa no mundo exterior. Por isso, porque não ajudar as nossas crianças a lidar com os limites e regras que vão ser incutidas no mundo lá fora desde o início? Porque viver como criança a querer tudo, a poder tudo e a mostrar que tudo é possível, e mais tarde ver que afinal tudo é limitado. A partir desse momento, vai percepcionar múltiplas frustrações e acabará não saber como ultrapassar qualquer situação. Deste modo, é essencial incutir certas regras desde pequenos para que possam conhecer o sentimento de frustração, bem como de contrariedade e assim ajudá-los a desenvolver estratégias para lidar com os mesmos.

Antes de mais, é importante perceber realmente o significado do que é estabelecer limites. Estabelecer limites, é saber dizer que não, dando sempre uma explicação a essa decisão. Limitar o que se pode fazer e o que não é permitido, e acima de tudo quando existem esses limites que são fundamentais, transmiti-los à criança de um modo consistente, coerente e coeso.
Ao estabelecer limites, os seus filhos vão crescer de forma confiante e mais seguros de si mesmos, bem como aprender a respeitar o outro, a tolerar as suas frustrações e especialmente aumentar a sua autoestima.

Por isso pergunto a todos os pais: Já estabeleceram limites em casa?

Sarah de Sousa