GANHEI O MELHOR OSCAR | AMOR

Há dois anos decidia que queria ter um cãozinho. Todos me diziam que seria uma prisão para mim, que nem fazia ideia do trabalho que iria ter. Mesmo assim, contra todas as opiniões [normalmente sigo sempre a minha intuição e pouco ou nada o que me sugerem] fui buscar o Oscar.
Um cão bebé doce e brincalhão, que me conquistou desde o primeiro olhar que trocámos.
O Oscar é um dos Seres que mais amo e acreditem, talvez seja o Ser que mais Amor me devolve.
Tem sido o meu companheiro em todos os momentos da minha vida [bons e maus], tem sido “amigo” e “terapia”.
Esta semana, dei por mim a pensar nos ganhos que o Oscarzinho trouxe à minha vida e decidi partilhar convosco o bom que é ter um cãozinho e o que pode acrescentar à vossa vida um Ser destes.

O Oscar é um cão Pug, com uma doçura de personalidade extrema. Está sempre a pedir atenção e a dar “beijinhos”. Adora comer e brincar [o normal].
Com o Oscar mudei completamente as minhas rotinas.
Reduzi a minha a carga horária e as minhas manhãs são leves e felizes. 
Não utilizo despertador e todos os dias sou acordada pelas 07h30 [rigorosamente] com muita delicadeza. Preparo o meu pequeno almoço e enquanto o tomo devagar, o Oscar também se delicia com o seu. Saímos para a rua e fazemos a nossa caminhada matinal de aproximadamente uma hora.
No regresso, trabalho um pouco no PC e começo a rotina para ir trabalhar. Neste momento não troco estas manhãs por nada. Encontrei o equilíbrio para começar feliz todos os dias, sem pressas, sem horas no transito… Com leveza.

Vamos muitas vezes correr na praia e perdemo-nos pela natureza sempre que é possível!
Com o Oscar na minha vida, aprecio muito mais o que a Terra é para nós.
Sinto com rigor as estações do ano [até mesmo a chuva e o frio desconfortável] e agradeço os raios de sol que de manhã tocam no meu rosto.
Adoro sentir o calor do Sol a nascer e é uma alegria ver o Oscar a correr feliz pela manhã.
Reparo no céu estrelado nos nossos passeios noturnos onde temos a lua como guia e companheira. Têm noção de como isto vos passa ao lado no quotidiano?
Na minha vida, esta sensibilidade e consciência do TODO está presente todos os dias!!! E acreditem, sem o Oscar, dificilmente teria estes hábitos.

Ele ajuda-me nos momentos mais difíceis. Tem sempre forma de me roubar sorrisos e de me “obrigar” a sair para a rua, quando muitas vezes só queria dormir e ficar fechada.
Aninha-se no meu colo enquanto vos escrevo e com ele nem me lembro que existe televisão nem preciso de ruido na minha vida.
Podia dizer-vos muito mais sobre a nossa relação, sobre as nossas partilhas, mas o essencial está aqui: AMOR.
Os animais são amor, tal como nós, e vivermos num mundo onde possamos integrar os animais na nossa rotina é uma dadiva que devemos agradecer. Eles merecem o nosso respeito e cuidado. E antes que venham dizer que há cães “maus”, quero relembra-vos que os animais, tal como as crianças, são o resultado daquilo que recebem [AMOR = DAR AMOR = RECECER AMOR].

O Oscar torna os meus dias mais bonitos e felizes e isso compensa qualquer esforço que faça por ele.

Com amor,
Débora ♡