UM TEMPO EM QUE NÃO HÁ TEMPO

Na mudança há um tempo de pausa.

Um tempo de estar com o pensamento. Um tempo em que as palavras escasseiam.

Na mudança há um tempo em que não há tempo.

Não há tempo para nada além de viver e sentir mais um dia a nascer.

Tal como vocês, também eu sou repleta de sonhos, vontades, sentires.

Também eu tenho os meus retiros, os meus silêncios, as minhas mudanças.

Sei que ultimamente vos tenho brindado com a minha escrita, sei que tenho estado mais presente deste lado, mas sei que vocês compreendem esta minha necessidade de estar mais em silencio e continuarão aí desse lado a respeitar os meus tempos entre publicações.

É no acreditar na felicidade, no amor e numa vida melhor que baseio as minhas palavras, é no acreditar que vos planto a semente da fé das coisas bonitas que nos podem acontecer.

Deste lado, está tudo bem, apenas é um tempo em que não há tempo.

Um tempo de mudança, de balanço, um tempo.

Um tempo de [re]começar cheia de luz.

Estarei sempre aqui, mesmo que mais ausente das redes.

Estou nas consultas, nos workshops e à distancia de um email ou de uma mensagem.

Com amor,

Débora ♡