Psicoterapia Infantil e do Adolescente

A criança, desde que nasce e nas diferentes fases do seu crescimento pode ser confrontada com desafios e exigências que devido à sua personalidade e a algumas condicionantes da sua vida, poderão ser sentidos de maneiras diferentes, dando origem ao sofrimento na criança e traduzir-se em diversos sintomas.

As capacidades simbólicas da criança não estão ainda desenvolvidas como as dos adultos, e a verbalização do sentimento pode ser difícil de expressar através das palavras, utilizando-se assim o brincar, o jogo e o desenhar como meio de comunicação, que permite chegar aos seus conflitos internos e emocionais.

O verdadeiro diálogo e a empatia para com uma criança, começa por sabermos estabelecer uma relação adequada com ela. Muitas vezes os pais sentem-se aflitos e culpados, sem saber como lidar com certas situações e comportamentos que vão surgindo durante a infância.

A consulta de Psicoterapia Infantil e do Adolescente traduz-se num processo terapêutico em que é criado um espaço relacional e empático, onde a criança é acompanhada, e através do brincar, do desenhar e/ou do falar, se provocam mudanças nos esquemas mentais das crianças e dos jovens de forma a organizá-los. Por outro lado, neste espaço é transmitido aos pais como lidar com os seus filhos, de forma a facilitar um desenvolvimento psicológico e emocional saudável.

A Psicoterapia Infantil é aconselhada quando se verificam:

  • Dificuldades de Atenção, Concentração;
  • Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção;
  • Despiste de Dislexia;
  • Perturbações de Eliminação (enurese e ecoprese);
  • Recusa ao Brincar;
  • Comportamentos de Oposição, Desafio e Agressividade;
  • Problemas de Comportamento;
  • Birras;
  • Dificuldade no Controlo dos Impulsos;
  • Problemas no Sono;
  • Terrores Nocturnos, Medos e Ansiedades Generalizadas;
  • Dificuldades de Relacionamentos;
  • Insucesso Escolar;
  • Recusa Escolar;
  • Desmotivação Escolar;
  • Dificuldades de Aprendizagem;
  • Dificuldades da Leitura e da Escrita;
  • Antecipação na Entrada para a Primária;
  • Avaliação de Prontidão Escolar;
  • Depressão Infantil;
  • Problemas Alimentares;
  • Luto;
  • Instabilidade Emocional;
  • Dificuldades Sociais, entre outros sintomas.